quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

YouthLab4inclusion



No âmbito do projeto YouthLab4inclusion, dinamizado pela APCAS (Associação de Paralisia Cerebral de Alamada Seixal).
A turma 9ºA/turma EREB apresentou o seu projeto - sinalização visual (luzes) em várias áreas da escola, permitindo assim que estes alunos tenham uma igualdade em relação aos alunos ouvintes.
Para comemorar o final deste projeto, juntamos alguns alunos surdos, incluindo o 9A, juntamente com a professora de Língua Gestual Susete, a intérprete de L.G.P. Marta, o professor Patrício, presidente da APCAS e os dois colaboradores deste projeto que tanto ajudaram Ana e Ricardo.
Obrigada a todos.

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

1ª Conferência YouthLab4inclusion

Decorreu a 30 de janeiro no Fórum Cultural do Seixal esta iniciativa. Este projeto dinamizado pela APCAS (Associação de Paralisia Cerebral de Almada Seixal) visa promover a participação ativa da comunidade e a cidadania e inclusão como direitos universais.

O Agrupamento de Escolas Terras de Larus esteve presente com duas turmas envolvidas (9º A e 9º D). A turma 9º A/turma EREB apresentou o seu projeto - sinalização visual (luzes) em várias áreas  permitindo assim que estes alunos tenham melhores condições de inclusão na Escola. Foi igualmente importante o trabalho da intérprete de LGP, Marta Silva, de forma a integrar estes alunos  no desenvolvimento do projeto e neste encontro, o qual se revelou muito satisfatório.  

Os nossos alunos estão de parabéns pelo trabalho desenvolvido e pela sua participação. Estiveram muito bem!






quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Visita de estudo das turmas de 9 ano

Dia 21 foi um dia de aulas diferente, um dia de visita de estudo em Lisboa para as disciplinas de História e Português. As turmas participaram de manhã na visita guiada ao Museu do Aljube, uma antiga prisão do tempo da ditadura e, de tarde, foi a altura de assistirem a uma peça de teatro “Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente. A turma  EREB participou entusiasticamente na visita e não faltou, mais uma vez, a “entrada em cena” no teatro da intérprete de LGP Marta Silva.